Você já ouviu falar de Governança Corporativa? Quais as vantagens? Quer saber mais sobre esse assunto? Então leia o nosso artigo logo abaixo.

Governanca Corporativa

Imagem por: Fundação Fritz Müller

Segundo o IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa), podemos definir Governança corporativa como “Um sistema pelo qual as sociedades são dirigidas e monitoradas, envolvendo os acionistas e os cotistas, conselho de administração, diretoria, auditoria independente e conselho fiscal. As boas práticas de governança corporativa têm a finalidade de aumentar o valor da sociedade, facilitar seu acesso ao capital e contribuir para a sua perenidade”.

O objetivo é garantir a confiabilidade que os acionistas tenham em determinada empresa, sustentados por mecanismos de incentivo e monitoramento, garantindo que as decisões dos executivos estejam em sintonia com os acionistas. Organizações que adotam essas práticas tendem a ter mais transparência, e consequentemente atrair mais investidores. O que também assegura uma boa gestão é o conselho de administração, a auditoria independente e o conselho fiscal. Estes devem fornecer relatórios periódicos, ferramentas de gestão integradas e até mesmo a criação de diretorias direcionadas para áreas como o comercial, finanças e fiscal.

Quando se tem uma Governança qualificada, isso contribui para o desenvolvimento econômico e o desempenho evolutivo da empresa, evitando abusos de poder (acionistas majoritários controlando minoritários), erros estratégicos (alta concentração de poder no executivo principal) e fraudes (utilizar de informações para o seu próprio benefício).

Muitas vezes a empresa deixa de crescer e tomar grandes decisões devido à resistência dos sócios de “flexibilizarem” o negócio, de estar sempre antenada as novas tendências do mercado e em manter o controle sobre os seus colaboradores. A governança tem a missão de colocar ordem na empresa, é indispensável para grandes negócios e garante grande vantagem competitiva no mercado.

Autor: Mateus Matos – 08/12/2017

Fonte: IBGC.